• Thiago Santiago

Entenda o que é a Bioeconomia


Caminhar para o desenvolvimento sustentável se tornou uma urgência de forma definitiva na agenda da sociedade. Até no mundo dos negócios a sustentabilidade está em jogo. Empresas que antes pensavam só em lucro, agora otimizam seus processos por meio da sustentabilidade empresarial. Outro campo de estudos preocupado com o consumo consciente e em equilíbrio com o meio ambiente é a bioeconomia, ou economia sustentável. O objetivo da bioeconomia é ser uma economia focada na utilização de recursos de base biológica, recicláveis e renováveis, ou seja, mais sustentáveis.



O que é a Bioeconomia?


A bioeconomia está estreitamente ligada com a melhoria de nosso desenvolvimento, na busca por novas tecnologias que priorizem a qualidade de vida da sociedade e do meio ambiente em seu eixo de elaboração. Ela reúne todos os setores da economia que utilizam recursos biológicos.


O conceito surgiu há meio século. O economista romeno Nicholas Georgescu-Roegen englobou nas ciências econômicas os princípios da biofísica. Na visão de Roegen, o processo de produção de bens materiais diminui a disponibilidade de energia para o futuro e, consequentemente, afeta a possibilidade de as novas gerações produzirem mais bens materiais. Assim, a bioeconomia surgiu para possibilitar soluções eficazes e coerentes para os problemas socioambientais contemporâneos: mudanças climáticas, crise econômica mundial, substituição do uso de energias fósseis, saúde, qualidade de vida da população, entre outros.


A Comissão Europeia, por exemplo, para alcançar este objetivo, estabeleceu a bioeconomia como um plano de estratégia e ação que incide sobre três aspectos fundamentais: desenvolvimento de novas tecnologias e processos para a bioeconomia; desenvolvimento de mercados e competitividade nos setores da bioeconomia; incentivo para que os responsáveis políticos e as partes interessadas trabalhem juntos. O objetivo é uma economia inovadora com baixas emissões, que concilie as exigências para a agricultura sustentável e a pesca, segurança alimentar, e o uso sustentável dos recursos biológicos renováveis para fins industriais, assegurando ao mesmo tempo a biodiversidade e proteção ambiental.


A bioeconomia contempla não apenas setores tradicionais como agricultura, silvicultura e pesca, mas também setores como as biotecnologias e bioenergias. Conceitualmente, podemos definir a bioeconomia como a aplicação de conhecimentos biológicos, em um ambiente sustentável, a produtos competitivos e com agregação de operações econômicas. Ela é dependente de pesquisa em biociências, tecnologias de informação, robótica e materiais.


O Brasil e a Bioeconomia


O Brasil possui enorme riqueza natural, motivo que abre uma janela de oportunidades para seu protagonismo na bioeconomia mundial. Além disso, a competência do país em bioenergia, aptidões agrícolas e biotecnologia tornam o Brasil um ator de liderança nesse cenário. Para participar de maneira significativa desse desafio, é importante garantir espaço para produtos inovadores e processos de base biológica, em segmentos vitais como a agricultura, a saúde, e as indústrias química, de materiais e de energia. O país precisa adotar políticas que estimulem pesquisadores, cientistas e ambientalistas, ao mesmo tempo em que facilitem o acesso ao vasto patrimônio genético de nosso território.


Fonte: eCycle


Para mais informações entre em contato com a nossa consultoria ambiental, clicando aqui.

15 visualizações

E-mail          contato@trilhoambiental.org

 

Telefones     +55  (31)  3221-6040 

                             

                             (31)  3245-8941

  • Linkedin da Trilho Ambiental
  • YouTube da Trilho Ambiental

Trilho Ambiental Ltda.

CNPJ 24.813.614/000.1-50

Rua José Pedro Drumond, n 204

 

Bairro Floresta, Belo Horizonte/MG 

CEP 30150-140

Mapa do Site:
Mapa do Brasil
Todos os direitos reservados à Trilho Ambiental Ltda.