Poluição do ar em BH reduz em época de distanciamento social

Um estudo da Fundação Estadual do Meio Ambiente – FEAM constatou que no município de Belo Horizonte/MG durante o período de distanciamento social da pandemia do CoronaVirus houve uma redução de 45% na concentração de partículas, melhorando a qualidade do ar do município.

Para compor o estudo, foram analisadas 05 (cinco) estações de monitoramento em 03 (três) cidades da Região Metropolitana de BH entre 20/03 e 20/04 dos anos de 2019 e 2020. No estudo foram analisados os poluentes dióxido de enxofre e material particulado.

Essa redução do material particulado em Belo Horizonte foi observada principalmente na estação de monitoramento instalada no campus da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas no bairro São Gabriel, região nordeste da capital, onde temos grandes vias de circulação de veículos, como o Anel Rodoviário e a MG-020.

Mas o que é Material Particulado?

Material Particulado é “o conjunto de poluentes constituídos de fumaça, poeira e todo tipo de material sólido e líquido que se mantém em suspensão por conta do seu tamanho pequeno e também das queimas de combustíveis, como gasolina, óleo, entre outros”.

Conforme a equipe da Gerência de Monitoramento da Qualidade do Ar e Emissões da FEAM – GESAR, essa diminuição das emissões atmosféricas se deu pela suspensão e/ou redução de algumas atividades no município de Belo Horizonte, principalmente pelas atividades industriais e pela utilização de veículos poluentes. Assim, foi possível verificar que a emissão veicular é a principal fonte de poluição de BH.

Para saber mais informações sobre a qualidade do ar, entre em contato com a nossa consultoria ambiental. Nossos consultores estão preparados para te atender! Clique AQUI e converse com um dos nossos consultores.


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo