top of page

Responsabilidade social corporativa: o que, por que e como?




Em meados do ano de 2010 foi elaborada a Norma Técnica NBR ISO 26000, que trouxe diretrizes sobre responsabilidade social corporativa.


A sua criação envolveu a participação de especialistas de mais de noventa países e quarenta organizações internacionais ou de ampla atuação regional, engajadas em diferentes aspectos da responsabilidade social.


Como o tema que envolve a ISO 26000 é amplo, os especialistas que participaram da sua construção vieram de seis diferentes grupos de stakeholders:


· Consumidores;

· Governo;

· Indústria;

· Trabalhadores;

· Organizações Não Governamentais;

· Serviços, suporte, pesquisa, academia e outros.


Mas o que é responsabilidade social corporativa?


É a responsabilidade de uma organização pelos impactos das suas decisões e atividades na sociedade e no meio ambiente. Ela se manifesta através de um comportamento ético e transparente.


Segundo a Norma ISO 26000, a responsabilidade social se expressa pelo desejo e pelo propósito das organizações em incorporarem considerações socioambientais em seus processos decisórios, bem como, responsabilizar-se.


Além dos aspectos ambientais e potenciais impactos ambientais, também são considerados aspectos e impactos sociais: além da licença ambiental, temos a chegada da licença social.


Por que inserir a responsabilidade social nos negócios?


A responsabilidade social vem sendo uma estratégia para o relacionamento com stakeholders e prevenção de conflitos socioambientais.


Existem empresas que utilizam essa prática como estratégia de marketing para se destacarem no mercado, através da divulgação de ações em várias mídias, como o dia do voluntariado, campanhas de igualdade de gênero, dentre outras.


Nos últimos anos houve também um aumento dos relatos de responsabilidade social e sustentabilidade, através da divulgação de Relatórios de Balanço Social, Relatórios de Sustentabilidade, bem como outras estratégias para atrair e fidelizar as partes interessadas (clientes, fornecedores, investidores, etc).