• Caroline Martins

Raio-x da Indústria: conheça boas práticas ambientais para oficinas mecânicas


O Brasil está entre os seis maiores mercados do mundo no setor automobilístico. Com atividades ligadas diretamente a essa indústria, as oficinas mecânicas possuem um papel fundamental nesse setor da economia.


De acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA), a frota brasileira conta com 40 milhões de veículos - 1 veículo para cada 5 habitantes -, sendo que 57% do total tem mais de 5 anos de idade.


Números como esses revelam um mercado já estabelecido para o setor de reparos e manutenção automotiva, que conta mais de 110 mil estabelecimentos e emprega cerca de um milhão de pessoas, de acordo com dados da Associação Brasileira das Reparadoras Independentes de Veículos (ABRIVE).


Os Aspectos Ambientais das Oficinas Mecânicas


Uma oficina mecânica, por mais sustentável que seja, ainda utiliza produtos químicos ou tóxicos durante a execução de suas atividades e serviços. Dessa forma, este é um setor que apresenta diversos agentes potencialmente poluidores do meio ambiente.


Cabe destacar os principais aspectos ambientais:


- Emissões atmosféricas: compostos orgânicos voláteis [VOCs] e materiais particulados gerados nas etapas de lixamento e pintura dos veículos.


- Poluição sonora: barulho e ruído gerados nas atividades de lanternagem e na utilização dos compressores e sistemas de exaustão são perceptíveis nos arredores da oficina.


- Efluentes líquidos: água contaminada [com óleo, sólidos sedimentáveis e detergentes] gerada nos setores de lubrificação, troca de óleo, lavagem em geral e cabine de pintura.


- Resíduos diversos: óleo lubrificante usado, baterias, embalagens, panos, peças, pneus e outros.


A Gestão Ambiental nas Oficinas Mecânicas


- Gerenciamento de resíduos:


O correto gerenciamento de resíduos é a palavra de ordem no setor. Faça um mapeamento detalhado apontando as etapas dos seus serviços que mais geram resíduos e quais os tipos gerados.


Sabendo isso, fica mais fácil identificar as causas, reduzir a geração e principalmente destinar adequadamente os resíduos.


- Controle das emissões atmosféricas


Algumas tintas, solventes e vernizes emitem compostos orgânicos voláteis [VOCs] que são nocivos à saúde e ao meio ambiente. Por isso, controlar as emissões atmosféricas é um dever da oficina.


- Uso eficiente da energia


Um dos principais gastos operacionais de oficinas mecânicas está no consumo de energia elétrica, principalmente na iluminação e nos equipamentos elétricos e eletrônicos.


Melhorar a eficiência energética também traz benefícios ambientais através da redução na emissão de gases de efeito estufa que contribuem para o aquecimento global.


- Uso eficiente da água


Em oficinas mecânicas, quando se fala em água não se pode deixar de associá-la com o tratamento e a correta destinação dos efluentes líquidos.


É necessário ter controle sobre os processos internos do negócio e é essencial identificar a quantidade de consumo, os locais em que isso mais ocorre e coletar a água usada para ser tratada antes do descarte no sistema de esgoto.


Se você tem uma oficina mecânica ou se na sua indústria existe algum setor de manutenção de máquinas, veículos ou ferramentas, é extremamente importante gerenciar esses aspectos ambientais.


Uma vez identificados, é possível gerenciar e propor planos de ação para cada um deles. Nós podemos te ajudar com a Gestão Ambiental do seu empreendimento. Clique AQUI e saiba como!


12 visualizações

E-mail          contato@trilhoambiental.org

 

Telefones     +55  (31)  3221-6040 

                             

                             (31)  3245-8941

  • Linkedin da Trilho Ambiental
  • YouTube da Trilho Ambiental

Rua José Pedro Drumond, n 204

 

Bairro Floresta, Belo Horizonte/MG 

CEP 30150-140

Mapa do Site:
Mapa do Brasil
Todos os direitos reservados à Trilho Ambiental Ltda.