Por que o acesso a saneamento básico é bom para a indústria?



O Brasil enfrenta questões básicas de saneamento ainda não solucionadas que afetam a qualidade de vida da população e comprometem a qualidade das águas dos rios, lagos e represas. A péssima qualidade das águas, decorrente do lançamento de esgotos sem tratamento, aumenta os custos da produção industrial.


Água de baixa qualidade e infraestrutura de saneamento básico deficiente reduzem a produtividade do trabalho ao afetar negativamente a saúde e a qualidade de vida dos trabalhadores. A melhora das condições de saneamento da população brasileira aumentará a produtividade, gerará negócios em cadeias de agregação de valor associadas e, consequentemente, incrementará a competitividade do país.


Os lixões ainda são uma realidade no Brasil. A meta de extinção dos lixões, estabelecida pela Política Nacional de Resíduos Sólidos, está distante de ser alcançada. A construção de aterros sanitários tem se mostrado economicamente inviável nos pequenos municípios e outras soluções precisam ser levadas adiante.


Apesar de ter ocorrido uma pequena expansão nos últimos anos, o atendimento de água potável não foi universalizado e a rede de esgotos ainda é muito pequena. A participação do setor privado nesses serviços é estratégica para viabilizar a universalização, bem como para solucionar o problema do lixo, sobretudo no momento atual, em que o setor público não tem recursos suficientes para investimento.


Quer saber mais sobre Gestão Ambiental e Sustentabilidade? Clique AQUI e converse com a nossa consultoria ambiental.



29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo