• Dantte Saliba

03 plataformas gratuitas para obter informações ambientais

Atualizado: 13 de Mar de 2019



Foto: O Mar de Aral em 1973 (esquerda) e em 2004 (direita). Até 2004, o Mar de Aral havia sido reduzido a um quarto de seu tamanho anterior devido ao desvio de água para o cultivo de algodão. Fonte: Google Earth Engine

Empreendedores, consultores, pesquisadores ou curiosos sobre o tema “Meio Ambiente”, podem utilizar plataformas que ajudem a obter informações ambientais gratuitamente.

Plataformas como o Google Earth Engine, IDE-Sisema e o Bdia (Banco de Dados e Informações Ambientais), podem ser de grande utilidade para quem quer ganhar mais agilidade e conteúdo, seja para o projeto de um novo empreendimento, para planejar uma viagem ou fazer uma pesquisa para a faculdade.

Vamos falar um pouco sobre essas 03 plataformas gratuitas, que podem ser utilizadas para diversos fins.

Google Earth Engine

O Google Earth Engine é uma plataforma de monitoramento do ambiente online, que torna disponível para o mundo inteiro um modelo digital dinâmico do nosso planeta, que é atualizado diariamente.

Ele armazena petabytes de dados de satélite e permite que ferramentas de alto desempenho analisem e interpretem essas informações, que podem ser visualizadas em um mapa. Essas imagens vão desde mudanças na Floresta Amazônica até os recursos hídricos no Congo.

É útil para análises e visualização de conjuntos de dados geoespaciais, para usuários acadêmicos, empresariais e governamentais, sem fins lucrativos.

O catálago disponibilizado no software contém dados que incluem imagens históricas da Terra com mais de quarenta anos. O Catálago de dados do Google Engine pode ser acessado aqui.

É uma ferramenta extremamente importante para o mundo, pois é difícil para o poder público e a sociedade visualizar e avaliar as mudanças positivas e negativas no ambiente e nos recursos naturais, sem um parâmetro.

Diferença entre Google Earth Engine e Google Earth

O Google Earth permite que você viaje, explore e aprenda sobre o mundo interagindo com um globo virtual. Você pode visualizar imagens de satélite, mapas, terrenos, construções em 3D e muito mais.

O Earth Engine, por outro lado, é uma ferramenta para analisar informações geoespaciais. Você pode analisar a cobertura da floresta e da água, a mudança no uso da terra ou avaliar a saúde dos campos agrícolas, entre muitas outras análises possíveis.

Embora as duas ferramentas dependam de alguns dados em comum, apenas algumas das imagens e dados do Google Earth estão disponíveis para análise no Earth Engine.

Projeto realizado com a ajuda do Google Engine: Relógio Global Da Floresta

O Global Forest Watch, uma iniciativa do World Resources Institute, é um sistema dinâmico de monitoramento florestal online, projetado para permitir um melhor gerenciamento e conservação.

O Global Forest Watch usa o Earth Engine para medir e visualizar mudanças nas florestas do mundo. Os usuários podem sintetizar dados da última década ou receber alertas sobre possíveis novas ameaças em tempo quase real!

Lançado em 2014, agora é usado por corporações, organizações sem fins lucrativos, governos e grupos indígenas para aplicações tão diversas quanto a proteção contra extração ilegal de madeira e a garantia da transparência da cadeia de suprimentos.

IDE-Sisema

Desenvolvida por servidores do próprio Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema), a plataforma IDE-Sisema já avançou na oferta de dados que garantem suporte ao Licenciamento Ambiental em Minas Gerais.


Atualmente, a ferramenta conta com 340 camadas de informações geográficas, número 36% superior ao de quando foi criada, em fevereiro de 2018. Situação que a coloca como uma das maiores bases de dados de infraestrutura do país.

Dados do Sisema apontam que a plataforma já foi acessada por usuários de diversos países. Além do Brasil, a lista das 10 nações estrangeiras mais recorrentes inclui: Estados Unidos, Portugal, Alemanha, Reino Unido, Peru, Canadá, China, Argentina, Índia e Rússia.

Por meio da IDE-Sisema é possível ter uma completa visualização de atributos ambientais existentes no território mineiro, como relevo, hidrografia, vegetação, entre outros aspectos que auxiliam no Licenciamento Ambiental, na concessão de Outorgas para uso da água e nos demais serviços oferecidos pelo Sisema.

Deste modo, a plataforma funciona como ferramenta online que possibilita ao empreendedor antever eventuais critérios locacionais para a área que pretende desenvolver sua atividade.

É por meio dela que são conferidos aspectos ambientais estaduais que recebem pesos diferenciados durante o enquadramento de uma atividade, conforme exposto na Deliberação Normativa do Copam nº 217/2017.

É extremamente útil para prever eventuais conflitos de área durante a implantação de empreendimentos.

Mas o que são Critérios Locacionais?

Os critérios locacionais dizem respeito à proximidade e interferência do empreendimento com áreas sensíveis e de relevância ambiental, como unidades de conservação e vegetação nativa.

A cada critério locacional é atribuído peso 1 ou 2, que se reflete na modalidade de licenciamento a ser aplicada. O papel do consultor ambiental é extremamente importante, pois a análise espacial minuciosa desses critérios tem influência direta sobre o custo de obtenção da licença.

Os critérios locacionais para enquadramento podem ser consultados na Tabela 4 da DN nº 217/2017. Caso a sua atividade se enquadre em mais de um critério locacional, será considerado o critério de maior peso para definição da modalidade de licenciamento.

BDiA – Banco de dados de Informações Ambientais

O Banco de Dados de Informações Ambientais (BDiA), do IBGE, reúne a coleção de bases temáticas de recursos naturais do território nacional. Estes dados foram produzidos ao longo dos últimos 20 anos, em quatro áreas: Geologia, Geomorfologia, Pedologia (Solos) e Vegetação.

As bases temáticas foram produzidas a partir de trabalhos de campo do projeto de mapeamento de recursos naturais, em que os geógrafos do instituto percorreram cada localidade do país observando as características naturais.

O Banco traz, também, a base de dados do projeto RADAMBRASIL, que fez o levantamento ambiental do país nas décadas de 1970 e 1980.

De acordo com o IBGE, o que diferencia a plataforma do instituto das demais é que ela é homogênea, ou seja, traz todos os temas em escala de 1:250.000, enquanto a de outras instituições oferece informações específicas da sua área de atuação e em escalas diferentes.

O objetivo é compartilhar o acervo de informações ambientais do IBGE para quem quiser conhecer melhor os Recursos Naturais Brasileiros.

O BDiA Web facilita o trabalho de pesquisa nas áreas da geografia, geologia e engenharia. Com informações para o nível estadual e municipal, o portal também auxilia grandes obras de engenharia, como construção de barragens para a geração e transmissão de energia elétrica.

A ferramenta pode ser utilizada por consultores ambientais, estudantes e curiosos do tema, de maneira gratuita.

Quer saber como fazer uma análise locacional para o seu empreendimento? Clique AQUI e fale com um de nossos consultores!


0 visualização

E-mail          contato@trilhoambiental.org

 

Telefones     +55  (31)  3221-6040 

                             

                             (31)  3245-8941

  • Linkedin da Trilho Ambiental
  • YouTube da Trilho Ambiental

Rua José Pedro Drumond, n 204

 

Bairro Floresta, Belo Horizonte/MG 

CEP 30150-140

Mapa do Site:
Mapa do Brasil
Todos os direitos reservados à Trilho Ambiental Ltda.