top of page

Novo limite máximo do Coeficiente de Rendimento Volumétrico – CRV entra em vigor



Entrou em vigor no início dessa semana, o novo limite máximo de aproveitamento para conversões de tora em madeira serrada, informadas pelo sistema do Documento de Origem Florestal – DOF. O Coeficiente de Rendimento Volumétrico – CRV foi reduzido de 45% para 35%, tendo como objetivo principal impedir a geração de créditos excedentes (fictícios) de madeira no sistema DOF.

Assim, a redução do coeficiente tem reflexo direto na redução do desmatamento ilegal na Amazônia e representa um avanço para o setor empresarial de base florestal, impedindo fraudes. As indústrias capazes de obter rendimento superior a 35% não serão prejudicadas, visto que a norma permite a apresentação de estudos que comprovem a obtenção de índices superiores de aproveitamento.