Couro ecológico a partir de resíduos da produção do vinho é desenvolvido na Itália



Um arquiteto italiano, Gianpiero Tessitore, fundador da empresa Vegea, desenvolveu uma opção de couro ecológico a partir de resíduos da produção do vinho. Batizado de Wineleather, o produto é composto de fibras e óleos contidos no bagaço da uva: peles, sementes e caules. Levando em consideração que a Itália detém aproximadamente 18% da produção mundial, a inovação tem tudo para ser um sucesso.

Segundo a empresa, anualmente, são produzidos 26 bilhões de litros de vinho no mundo. Isso pode resultar em quase sete bilhões de quilos de bagaço que podem ser transformados em matéria-prima. Em entrevista ao jornal econômico italiano Il Sole 24 Ore, Tessitore afirmou que o processo não utiliza água, ácido ou metais pesados, além é claro de ser livre de qualquer sofrimento animal. É uma inovação que pode revolucionar a moda italiana, especialmente em Milão que é uma das capitais que mais lança tendência para o mundo.

#Couroecológico #Modasustentável #Resíduos #Produtosreciclados

1 visualização0 comentário