É divulgado resultado da operação que fiscalizou trechos prioritários de recuperação no rio Doce



O resultado da Operação Watu – Fase II, realizada em dezembro de 2016 no Rio Doce, foi divulgado semana passada, pelo Sistema Estadual de Meio Ambiente (Sisema). Participaram técnicos da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), do Instituto Estadual de Florestas (IEF) e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad).

O objetivo da segunda fase da Operação Watu (rio Doce na língua indígena Krenake) foi atualizar as informações coletadas na primeira fase, realizada em novembro de 2016, e avaliar o avanço e a eficácia das ações tomadas pela Samarco Mineração e pela Fundação Renova. Três equipes do Sisema percorreram 12 trechos prioritários.

Foi elaborado um Relatório Técnico para cada área vistoriada, descrevendo a situação atual, andamentos das intervenções e recomendações à empresa. As recomendações do órgão ambiental frisam, principalmente, que a implementação das intervenções devem continuar e com fidelidade aos projetos executivos apresentados Também é necessário finalizar a remoção dos galhos e árvores mortas com a realização de semeadura direta.

#RioDoce #Samarco #SISEMA

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo