Usina sucroalcooleira é multada em R$22,5 milhões por rompimento de represa



Na última quinta-feira, dia 09 de março, uma multa de R$22,5 milhões de reais foi aplicada à usina sucroalcooleira Rio Paraná, localizada em Eldorado (MS). A multa foi aplicada pelo Ibama devo ao dando ambiental causado pelo rompimento de uma represa que atingiu todo o córrego Dinarte. Este córrego atravessa a Terra Indígena (TI) Cerrito e compreende uma área de 1.964 hectares da etnia Guarani-Nhandeva.

A represa, localizada na nascente do curso d’água tinha aproximadamente 80 metros de extensão e com seu rompimento causou processos erosivos, assoreamento do leito do córrego, devastação da vegetação ciliar e mortandade da fauna local.

Segundo laudo de vistoria elaborado por técnicos do Ibama e do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), apesar do acidente ter sido causado pelos altos índices de chuva, o rompimento poderia ter sido evitado com trabalhos preventivos como desassoreamento do reservatório, redimensionamento da barragem e conservação do entorno da represa.

O valor da multa foi definido considerando o nível de gravidade do dano ambiental. A Usina Rio Paraná S/A será obrigada a reparar os prejuízos causados às propriedades rurais e à TI Cerrito, além de adotar medidas adequadas para conservação do solo nas áreas de plantio de cana.


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo