Ações contra o tráfico de animais são realizadas em MG



Ações realizadas em conjunto pelo estado de Minas Gerais através da Diretoria de Fiscalização dos Recursos Faunísticos e Pesqueiros da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), pela Diretoria de Meio Ambiente da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais e pelas demais instituições do Sistema Estadual de Meio Ambiente de Minas Gerais (Sisema) têm como finalidade a combater o tráfico de animais silvestres no Estado.

Mais de mil e quinhentos espécimes foram apreendidos em 2016 em 18 operações e com aplicação de mais de dois milhões de reais em multas. Em Minas Gerais, a região com mais registros dos casos é o Norte de Minas, que possui uma posição estratégica, devido ao entroncamento da região com rodovias e divisas entre estados, de acordo com o coordenador de Fiscalização de Recursos Faunísticos da Semad, Diego Maximiano. As multas pelo crime de tráfico de animais variam de R$ 897,09 a R$ 8.970,86 por espécime, além de aplicação de pena de prisão para os casos de espécies ameaçadas de extinção.

A Semad é auxiliada em suas operações por meio de denúncias que podem ser feitas por meio do preenchimento de um formulário no site da Semad; por meio da central telefônica do LigMinas, 155; por preenchendo formulário e encaminhando para o NUDEN correspondente no Correios Formulário, de acordo com sua área de abrangência; e presencialmente no NUDEN mais próximo da região, por fim. O cidadão pode manter o anonimato em todos os canais de denúncia e precisa fornecer dados do denunciado, localização e fato denunciado.

#Tráficodeanimais #Semad #SISEMA #PolíciaAmbiental

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo