Estado de Roraima começa a integrar ao Sinaflor



O Sistema Nacional de Controle da Origem dos Produtos Florestais (Sinaflor), desenvolvido pelo Ibama, tem como pioneiro na operação o estado de Roraima. A partir de janeiro de 2018, a utilização do do sistema será obrigatória em todos os estados do país, sendo que estes têm até o fim do ano para integrar seus sistemas ao Sinaflor.

Foram emitidas pela Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Roraima (Femarh/RR) as primeiras autorizações do sistema, que será lançado oficialmente na próxima semana, no dia 07 de março na sede do Ibama, em Brasília, com a presença do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, que afirma que o Sinaflor representará um avanço fundamental para a gestão dos recursos florestais no país. O Instituto oferece treinamento aos técnicos dos órgãos ambientais para que a integração dos sistemas estaduais ocorra da melhor forma. Os próximos estados a integrar o sistema serão Maranhão, Rondônia, Acre e Amapá.

Empreendimentos de base florestal e atividades sujeitas ao controle dos órgãos do Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama) serão cadastrados online por meio do Sinaflor. Também será possível requerer autorização para acesso a recurso florestal. A análise das solicitações feitas pelos usuários ganha agilidade na medida em que os dados ficam disponíveis para o Ibama e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente em tempo real. À transferência de crédito de produtos florestais para o sistema do Documento de Origem Florestal (DOF), o sistema também oferece mais segurança.

#Roraima #IBAMA #Sinaflor

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo