Parques na zona oeste de São Paulo dispõem de abastecimento de energia totalmente solar



Os Parques Villa-Lobos e Cândido Portinari foram contemplados por um projeto da Companhia Energética de São Paulo (Cesp) no qual foram investidos 13 milhões de reais na construção de uma microcentral de nove quilowatts-pico (kWp) e na instalação de 40 postes que geram a própria luz no Villa-Lobos e na instalação de mais de três mil placas de fotovoltaicas na cobertura de 264 vagas no estacionamento do Parque Cândido.

Com o objetivo de gerar energia que atenda às demandas das áreas do estacionamento, lanchonete e de esportes e gerando 665 MWh anualmente este é o maior projeto de mini geração solar distribuída em um parque do Brasil. Além de ser suficiente para o abastecimento dos parques, a planta gerará energia excedente que será utilizada pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

Por se tratar de uma fonte energética que depende da luz solar, nos dias em que não for possível a geração de energia nos parques, estes serão abastecidos pela rede da AES Eletropaulo.

#Usinasfotovoltaicas #CélulasFotovoltaicas #VilaLobos #CompanhiaEnergéticadeSãoPaulo

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo