• Dantte Saliba

Crise hídrica leva o governo do Distrito Federal a decretar situação de emergência



Depois de completar uma semana de racionamento de água no Distrito Federal, o governo do Distrito Federal (GDF) publicou em seu Diário Oficial nesta quarta-feira, 25, o decreto de situação de emergência pelos próximos 180 dias. Foi atribuído pelo governador Rodrigo Rollemberg a responsabilidade de definir restrições para o uso de água potável da rede pública, para utilização domiciliar, comercial, industrial e lazer à Agência Reguladora das Águas (Adasa), enquanto permanecer a situação de emergência.

Ainda foi determinado pelo GDF a restrição da captação de água na bacia do Descoberto apenas para abastecimento para consumo humano. Como medida de médio prazo, o secretário da Casa Civil, Sérgio Samapaio declarou que a permissão de compras sem licitação permitirá que o governo dê respostas mais rápidas para fazer frente à escassez, dando como exemplo a aquisição de tubulações e aparelhos para a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb).

O DF entra em sua segunda semana de racionamento hídrico com o balanço de economia de cerca de 550 litros de água por segundo, suficiente para abastecer uma cidade com a população igual a de Ceilândia, de acordo com o presidente da Caesb, Maurício Luduvice.

#DistritoFederal #crisehídrica #racionamento #Caesb

0 visualização

E-mail          contato@trilhoambiental.org

 

Telefones     +55  (31)  3221-6040 

                             

                             (31)  3245-8941

  • Linkedin da Trilho Ambiental
  • YouTube da Trilho Ambiental

Rua José Pedro Drumond, n 204

 

Bairro Floresta, Belo Horizonte/MG 

CEP 30150-140

Mapa do Site:
Mapa do Brasil
Todos os direitos reservados à Trilho Ambiental Ltda.