• Dantte Saliba

Estudo indica que as pessoas que vivem perto de vias movimentadas têm maior incidência de demência



Uma pesquisa publicada na revista científica “Lancet” aponta que as pessoas que vivem próximas de ruas movimentadas, tem mais chances de desenvolver demência. O estudo sugere que até 11% dos casos em pessoas que moram a 50 metros ou menos de uma grande via, podem ser consequência da proximidade com o transito intenso.

Quase 50 milhões de pessoas no mundo têm demência. No entanto as causas desse mal, que afeta a memória e a capacidade mental de um indivíduo, ainda não são bem compreendidas. Os pesquisadores indicam que o barulho, partículas ultrafinas, óxido de nitrogênio e partículas geradas pelo desgaste de pneus poderiam causar a doença.

O diretor para estudos sobre demência do Instituto Nacional de Pesquisa em Saúde no Reino Unido, Martin Rossor, diz que essa é uma pesquisa importante e que os efeitos são pequenos, mas, diante de um mal muito prevalente na população, eles podem ter implicações importantes para a saúde pública.

Os especialistas apontam que o melhor a fazer para reduzir o risco de demência é cultivar hábitos saudáveis para o corpo, como não fumar, fazer exercícios e ter uma boa alimentação.

#Vias #Ruas #Demência #Trânsito #Pesquisadores

4 visualizações

E-mail          contato@trilhoambiental.org

 

Telefones     +55  (31)  3221-6040 

                             

                             (31)  3245-8941

  • Linkedin da Trilho Ambiental
  • YouTube da Trilho Ambiental

Rua José Pedro Drumond, n 204

 

Bairro Floresta, Belo Horizonte/MG 

CEP 30150-140

Mapa do Site:
Mapa do Brasil
Todos os direitos reservados à Trilho Ambiental Ltda.