Pesquisa comprova que o cultivo de cana-de-açúcar no Brasil impacta menos o meio ambiente do que se



Uma pesquisa apresentada no V Congresso Brasileiro de Gestão em Ciclo de Vida, realizado entre os dias 19 a 22 de setembro em Fortaleza (CE), demostrou que a produção e o cultivo de cana de açúcar no Brasil são mais limpos do que apontavam estudos internacionais, e que impacta menos o meio ambiente do que se imaginava.

Essa pesquisa utiliza a metodologia de Avaliação de Ciclo de Vida de Produtos (ACV), uma ferramenta que permite avaliar o desempenho ambiental de produtos ao longo de todo o seu ciclo de vida. Trata-se de uma metodologia com forte base científica e reconhecida internacionalmente, padronizada pela série de normas ISO 14040.

Em comparação com inventários de ACV de cana-de-açúcar anteriores, os pesquisadores brasileiros observaram menores impactos em categorias como ecotoxicidade terrestre e aquática, formação de oxidantes fotoquímicos (ou “névoa fotoquímica”) e degradação da camada de ozônio. Esses impactos têm efeitos negativos na qualidade dos ecossistemas e na saúde humana.

O trabalho foi desenvolvido pelo projeto ACV cana, coordenado pela Embrapa, com a participação de vários parceiros, como o Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE).


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo