top of page

10 PASSOS PARA GERENCIAR O SEU RESÍDUO


O Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) é capaz de reduzir desperdícios e gastos para o empreendedor



Com a chegada da Política Nacional de Resíduos Sólidos, em 2010, a correta destinação dos resíduos nas empresas tornou-se lei. Considerando esse cenário, o gerenciamento passa a ser uma necessidade e uma solução.


Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS)


O Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) dá o direcionamento e o plano de ações para colocar essa obrigação em prática da melhor maneira possível. Possuindo um PGRS completo e que se adeque ao tipo de atividade da empresa, é possível:


- Identificar quais os processos que geram resíduos;

- Caracterizar os resíduos gerados, ou seja, classificá-los quanto a periculosidade e quantificá-los;

- Definir quais serão as formas de manuseio, acondicionamento, armazenamento e coleta dos resíduos;

- Apontar como será realizado o transporte dos resíduos, bem como seu tratamento e destinação final;

- Informar maneiras de reuso e reciclagem.


Esse plano de ação é capaz de reduzir os resíduos da fonte geradora e os gastos vinculados, trazendo inúmeros benefícios.


Boas práticas para gerenciar os resíduos sólidos


Se você quer começar a implantar a cultura do gerenciamento de resíduos sólidos na sua empresa, comece com boas práticas! Aqui vão 10 dicas valiosas!


# 01: Faça o levantamento de toda a geração de resíduos da sua empresa


Sim, toda geração! É importante não esquecer nenhuma etapa do processo produtivo.

# 02: Planeje as etapas produtivas respeitando a ordem de prioridades instituídas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos


Tenha em mente essa ordem: Não geração de resíduos, redução, reutilização, reciclagem, tratamento e disposição final. Processos mais ecoeficientes diminuem custos e ainda contribuem para o Licenciamento Ambiental.


# 03: Realize a coleta seletiva dos materiais