Certificação ISO 50.001 – Gestão de Energia

Atualmente, o uso da energia de maneira eficiente proporciona as organizações a economizar dinheiro, além de preservar os recursos naturais e contribuir para a redução das emissões de gases de efeito estufa.

 

Com esse objetivo, a ISO (International Organization for Standartization) publicou em 2011 a norma certificável ISO 50.001 – Sistema de Gestão de Energia. Esta norma é baseada no modelo tradicional de melhoria contínua e obteve como base as normas ISO 9.001 – Sistema de Gestão da Qualidade e ISO 14.001 – Sistema de Gestão Ambiental, o que facilitou para a maioria das organizações para a integração dos sistemas de gestão.

 

Assim como a maioria dos sistemas de gestão, a ISO 50.001 seguem o ciclo de melhoria contínua muito conhecido no PDCA (Plan, Do, Check, Act) conforme a seguir:

Plan (Planejar): Seleção de uma atividade, processo ou máquina que necessite de alguma melhoria, elaboração das propostas de melhoria que sejam executáveis com objetivos e metas bem definidos;

Do (Fazer): Implementar as ações propostas e acompanhar o desenvolvimento das melhorias;

Check (Verificar): Análise dos resultados, avaliação da eficácia da ação e se necessário, revisão do planejamento executado no início;

Act (Agir): Em caso de sucesso, documentar ou procedimentar a melhoria a fim de padronizar para os processos similares ou garantir que os futuros processos, equipamentos ou atividade contemplem as modificações. Em caso de resultados não satisfatórios, a hora é de realizar a correção e retornar à fase de Planejamento;

 

A ISO 50.001 é aplicável a todos os tipos de organização, independente dos processos, tamanho, condições geográficas, culturais e sociais. O sucesso desse Sistema de Gestão, assim como da grande maioria, vai depender diretamente do envolvimento de todos os níveis da organização.

 

Para implementar a norma, recomenda-se realizar um diagnóstico energético, no qual serão avaliadas as condições organizacionais relacionadas à energia, bem como os regimes de produção, e o alinhamento dos objetivos da organização com a obtenção da certificação.

 

Após o diagnóstico, a organização deve implementar a estratégia para atender a estrutura dos requisitos da norma, como por exemplo:

  • Desenvolver uma política para um uso eficiente da energia;

  • Definir objetivos e metas para atender a política;

  • Levantar e interpretar dados para entender melhor o consumo e o uso de energia para melhor tomada de decisão;

  • Medir os resultados;

  • Revisar a política, verificar como ela funciona;

  • Manter a melhoria contínua do sistema;

 

A certificação do sistema deve ser realizada por organismo certificador do INMETRO, e é válida pelo período de 3 anos. Ao longo da validade do certificado, deve-se realizar auditorias anuais de manutenção – essas com menor amostragem – apenas para verificação do andamento do sistema.

 

Empresas que possuem certificação ISO 50.001 conseguem obter até 30% de redução do consumo de energia, o que além de um impacto financeiro significativo, representa também o compromisso da organização com a sustentabilidade no que tange à redução das emissões dos gases de efeito estufa e no uso racional dos recursos naturais.

 

A Consultoria Ambiental Trilho Ambiental possui corpo técnico com especialistas em eficiência energética com mais de 6 certificações em ISO 50.001 alcançadas em indústrias de grande porte.

Gostou? 
Veja outro material que escrevemos sobre eficiência energética.

E-mail          contato@trilhoambiental.org

 

Telefones     +55  (31)  3221-6040 

                             

                             (31)  3245-8941

  • Linkedin da Trilho Ambiental
  • YouTube da Trilho Ambiental

Rua José Pedro Drumond, n 204

 

Bairro Floresta, Belo Horizonte/MG 

CEP 30150-140

Mapa do Site:
Mapa do Brasil
Todos os direitos reservados à Trilho Ambiental Ltda.